Assistindo Pantanal: 10 observações sobre a novela

O bom de assistir novela são os comentários que podemos fazer com quem também assiste. Dar opinião sobre os rumos da trama, criticar um ator ou personagem, rir de uma situação… Então, vamos compartilhar aqui algumas observações que me vêm enquanto assisto ao remake de Pantanal, na TV Globo/Globoplay.

1 – JOVE É CHAAATO… Os persistentes dilemas existenciais e a arrogância juvenil fazem do filho de Zé Leôncio (Marcos Palmeira) um dos personagens mais insuportáveis da trama. Jove (Jesuíta Barbosa) passou cinco vezes na fila da chatice. Se bem que, sendo filho da Madeleine (Karine Teles), até que se explica.

2 – O SEGREDO DE MARIANA. Mariana (Selma Egrei) poderia ganhar dinheiro vendendo o segredo dela para se manter com a mesma cara por mais de 20 anos, sem mudar um fio de cabelo.

globo-pantanal-jove-jesuita-barbosa-cena_fixed_large
Jove: cinco vezes na fila da chatice

3 – MACHO ALFA. O machismo de Zé Leôncio não é menos tóxico que o de Tenório (Murilo Benício). A situação a que ele sumete a Filó (Dira Paes) não é menos grave que a que o vizinho submete (ou melhor, submetia) a Maria Bruaca (Isabel Teixeira).

4 – QUAL É A DA FILÓ? Aliás, tem muita gente que elogia Filó como uma mulher forte. Mas seria fortaleza ou submissão aceitar e suportar por tantos anos ser a mulher que Zé Leôncio não assume, cozinhando e lavando as cuecas dele e aguentando seus maus-humores?

5 – JUMA É FOFINHA DEMAIS! Além de ser linda, Alanis Guillen consegue fazer de Juma uma personagem toda dela. Empresta à garota selvagem uma inocência infantil que a torna fofa, mas sem deixar de ser espinhosa e arisca como o papel pede.

pantanal-maria-bruaca-isabel-teixeira-alcides-juliano-cazarre-foto-reproducao-globo
Maria e Alcides: cenas mais divertidas do remake de Pantanal

6 – NÃO ENTENDI… Tá certo que Irandhir Santos arrasou como Joventino e arrasa agora como Zé Lucas, mas por que o papel do filho bastardo de Zé Leôncio não foi dado a Renato Góes, que se saiu tão bem na primeira parte da novela? Na Pantanal original, em que Paulo Gorgulho fez Zé Leôncio jovem e, depois, Zé Lucas.

7 – PERDIDA NO MATO. Depois de um começo de história interessante, Guta (Julia Dalavia) anda meio perdidinha na história. Só assistindo de camarote o processo de libertação da mãe. Tomara que seja só uma fase. Personagem e atriz não merecem a geladeira.

8 – AMOR E HUMOR. Isabel Teixeira e Juliano Cazarré estão dando um show de sutil comicidade nas cenas de aproximação de seus personagens, Maria e Alcides. Os dois protagonizam as cenas mais divertidas do remake de Pantanal.

3928656-na-novela-pantanal-gustavo-caco-cioc-950x0-2
Gustavo: final antecipado?

9 – SERÁ O FIM? A cena do capítulo de quarta (25/05) em que Gustavo (Caco Ciocler) dá a garupa da moto para Nayara (Victoria Rossetti) e os dois caem na estrada teve cara de desfecho dos personagens. Pelo visto, depois da ida de Jove e Irma para o Pantanal e, em breve, a de Zaqueu (Silvero Pessoa), esvazia-se o núcleo carioca da trama.

10 – NA HORA CERTA. A ideia de um remake de Pantanal vinha quicando nos bastidores da Globo, mas chegou na hora certa. Neste momento caótico que vivemos, quem não quer fugir pro meio do mato, cortar as comunicações ao máximo (como faz Zé Leôncio) e mergulhar num universo de fantasia em que é possível se fundir à natureza a ponto de virar bicho, que nem faz o Velho do Rio?

Um comentário sobre “Assistindo Pantanal: 10 observações sobre a novela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s