Passeio em um vinhedo a 15 km do centro de Brasília

A 15 km da rodoviária do Plano Piloto, em Brasília, o Vinhedo Lacustre tem um hectare de parreiras espalhados pelo terreno íngreme com a vista de frente para o Lago Paranoá, exatamente onde o sol se põe no período de inverno.

Valendo-se do espetáculo visual, o produtor rural e proprietário do empreendimento, Marcos Henrique se juntou ao enólogo Carlos Sanábria para montar uma programação enoturística para todos os gostos e orçamentos.

Conheça os livros da Boníssimo! Edições

Piquenique embaixo das parreiras, degustação e visitação ao vinhedo, jantar harmonizado até a possibilidade de colher a uva e fazer o próprio vinho estão entre as opções ofertadas ao público.

Quem optar pelo piquenique, ganha uma cesta com espumante, pães e frios. Na degustação, são oferecidos cinco rótulos e um espumante, alguns deles da casa. Para participar de qualquer uma das opções, é necessário agendar com antecedência.

Para setembro, o Vinhedo Lacustre prevê o lançamento dos primeiros rótulos produzidos na casa. Segundo o proprietário, a temporada até setembro será um divisor de águas quando irá decidir que caminho seguir.

Vinhedo Lacustre/Foto: Divulgação
Em setembro, o Vinhedo Lacustre lança seu primeiro rótulo | Foto: Divulgação

Como tudo começou

Em 2010, o ortopedista aposentado Odelmo de Gregório, 82 anos, cultivava parreiras de uva de mesa numa propriedade da família, localizada em Planaltina. O gosto pelo cultivo o fez se cadastrar na Emater para receber orientações técnicas e aprimorar o plantio.

Um tempo depois, trocou Planaltina pelo Núcleo Rural Jerivá, no Lago Norte. Para o novo imóvel, com dois hectares de área total, levou algumas mudas da uva Isabel e plantou videiras usando a técnica de latada ou pergolado, comum no Rio Grande do Sul.

Em abril de 2021, o filho e arquiteto Marcos Henrique Ritter de Gregório, 41 anos, assumiu a plantação de uva e se encantou pela vitivinicultura. Na propriedade, já eram plantadas diferentes castas vindas do Rio Grande do Sul. Syrah, Cabernet Sauvignon e Merlot foram as que se desenvolveram melhor.

LEIA TAMBÉM
Livro conta a história do vinho em quadrinhos
Conheça curiosidades sobre o famos vinho Madeira

O Lavuste, aliás, é ainda o único cultivo de Merlot em todo o DF. Por isso, logo que assumiu o controle da propriedade, Marcos recebeu a proposta de vender toda a produção para a Vinícola Brasília. Foi um sinal da qualidade da uva produzida no local.

Na nova jornada, após avaliar o potencial da propriedade, fundou o Vinhedo Lacustre. Visando dar sustentabilidade ao negócio, resolveu investir também em experiências enoturísticas ofertadas ao público.

“Como a propriedade é pequena em termos de escala, temos de buscar alternativas para deixá-la sustentável, como pequenos eventos e visitações. Os custos que envolvem a vitivinicultura são elevados, naturalmente”, ele explica.

Vinhedo Lacustre/Foto: Divulgação
Marcos Henrique e o enólogo Carlos Sanábria: programação enoturística | Foto: Divulgação

Apoio técnico

A última safra produzida numa área de um hectare da propriedade contou com dois mil quilos das castas Cabernet Sauvignon, Syrah, Pinotage, Merlot e, como experimento, Sauvignon Blanc.

Para esse desempenho foi necessário recorrer à assistência técnica de profissionais, inclusive da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater-DF). Com auxílio dos técnicos da empresa, Marcos Henrique tirou o registro de produtor rural há pouco mais de um mês.

Ter esse apoio técnico, diz ele, dá uma sensação de porto seguro. “Tem muita tecnologia e um universo do qual não detenho de todas as informações, assim venho recorrendo ao auxílio da Emater-DF desde abril, quando assumi as uvas.”

Acompanhe a programação de eventos no Instagram do Vinhedo Lacustre.

Fonte: Agência Brasília

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s