Post fixo

‘Night Sky’ e ‘Outer Range’: o futuro espera no quintal

Outer Range e Night Sky, que estrearam no Amazon Prime recentemente (com pouco tempo de diferença entre a estreia de uma e outra), já podem ser incluídas, com certeza, na lista das melhores séries originais da Amazon produzidas até agora. São duas tramas inventivas, que prendem a atenção pela carga de mistérios e realizadas com primor cinematográfico – são tantas belas imagens que dá até … Continuar lendo ‘Night Sky’ e ‘Outer Range’: o futuro espera no quintal

Post fixo

Mais um mistério de Harlan Coben vira minissérie

O escritor americano Harlan Coben segue a linha de outros colegas que trilharam ou trilham uma bem-sucedida carreira produzindo livros que viram facilmente roteiros para cinema e tevê – como Stephen King ou Neil Gaiman. Coben tem um talento especial para criar histórias de mistério que prendem facilmente a atenção de leitores e telespectadores e algumas delas podem ser conferidas na Netflix, em formato de … Continuar lendo Mais um mistério de Harlan Coben vira minissérie

Só Helen Mirren salva a fraca série Solos, na Prime Vídeo

Solos, série que estreou na Amazon Prime Video, é uma típica produção de tempos de pandemia. São sete episódios independentes, cada um protagonizado por um único ator em cena.  O ponto de partida é interessante: todos os personagens se vêm, em algum momento de um futuro próximo, confrontados consigos mesmos com auxílio da tecnologia. Uma espécie de Black Mirror intimista. Mas a ideia sai dos … Continuar lendo Só Helen Mirren salva a fraca série Solos, na Prime Vídeo

Legado de Júpiter e The Boys: impossível não comparar

Difícil assistir a O Legado de Júpiter, da Netflix, e não lembrar de The Boys, da Amazon Prime Vídeo. As duas séries têm intenção parecida: a de rever a função dos super-heróis no século 21, O que seria, afinal, heroísmo em novos tempos, com novos conceitos, novos valores, novos princípios éticos. Mas cada produção toma um rumo para chegar a esse fim. The Boys investe … Continuar lendo Legado de Júpiter e The Boys: impossível não comparar